03/11/14

Bilheteira aberta para rir

Está aberta a bilheteira para dois grandes espetáculos de Pedro Tochas. 
Para ler por favor clicar sobre a imagem. Obrigada. 

Foi assim a sessão "Eles nunca foram a Tóquio"















Dulce Maria Cardoso e Afonso Cruz
No ciclo Quintas de Leitura


O Teatro Municipal do Porto apresentou, no passado dia 30 de outubro, mais uma sessão do ciclo “Quintas de Leitura”. O evento regressou ao Auditório do Teatro Municipal Campo Alegre, depois das últimas duas sessões terem esgotado, no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no âmbito da edição deste ano da Feira do Livro do Porto.

“Eles Nunca Foram a Tóquio” foi o nome da sessão que fez o encontro de dois escritores portugueses da atualidade: Afonso Cruz e Dulce Maria Cardoso. Afonso Cruz faz a sua carreira de Portugal para o mundo, Dulce Maria Cardoso parte de fora para dentro. Conversaram, a três, com a jornalista Anabela Mota Ribeiro.

Afonso Cruz, músico, ilustrador e escritor, lançou no ano passado a obra “Para Onde Vão Os Guarda-Chuvas”, uma edição da Alfaguara que venceu o prémio Autories para Melhor Livro de Ficção Narrativa, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) em 2014.

Dulce Maria Cardoso lançou em 2014 o livro de contos “Tudo São Histórias de Amor” e prepara-se para lançar um novo romance no final deste ano. Editou “O Retorno”, um verdadeiro sucesso de vendas, um retrato dos retornados e da vida difícil que tiveram no regresso à sua terra natal.

A ler nesta sessão estiveram os atores Teresa Coutinho e António Durães. O arranque do espetáculo coube à performance “Mutantes”, fragmentos do espetáculo “Zoo”, com direção do coreógrafo Victor Hugo Pontes e interpretação de Marco da Silva Ferreira, Pedro Rosa e Vítor Kpez.

Uma noite que contou ainda com a música do guitarrista e cantor Mistah Isaac, com a performance da Companhia de Dança Diana Rego e com a imagem da artista plástica Isabel Padrão. A fechar, Marta Ren, uma das vozes mais carismáticas da música portuguesa.


Fotografias: Sara Moutinho. 

19/09/14

O FUTURO É TÃO ANTIGO COMO O PASSADO








Fotografias de Sara Moutinho na sessão de ontem, 18 de setembro, 
a segunda do ciclo Quintas de Leitura programada para a Feira do Livro do Porto, 2014. 

14/07/14

A última sessão antes de férias















Fotografias de Sara Moutinho

“SÓ OS BEIJOS NOS TAPARÃO A BOCA”
Ultima sessão antes de férias

Uma frase de um bordado de Dona Carmo Faxabore – “Só os beijos nos taparão a boca” – inspirou a última sessão antes de férias do ciclo poético “Quintas de Leitura”, que se realizou no Teatro Municipal Campo Alegre, no passado dia 10 de julho.
A sessão abriu com um fragmento da peça “Vanilla?...Not”, uma criação dos promissores bailarinos André Araújo e Liliana Garcia.
A palavra esteve sempre presente neste recital. Primeiro, pela voz de Filipe Homem Fonseca, argumentista, escritor, músico e realizador. Leu o “Manifesto Anti-Sim”, um brilhante texto de sua autoria, apresentado com muito êxito no encontro “Portugal é agora”, organizado por Fernando Alvim.
Mais leituras aconteceram pela voz dos dois recitadores de serviço: Pedro Lamares e Isaque Ferreira. Este último leu uma crónica sobre Portugal, numa visão impiedosa de António Lobo Antunes.
O projeto musical “Osso Vaidoso”, constituído pela cantora Ana Deus e pelo guitarrista Alexandre Soares, interpretou três temas com poemas de Mário Cesariny.
Fechou a sessão o quarteto de cordas “Penicos de Prata”, formado por guitarra, ukulele, violoncelo, contrabaixo e vozes. Os músicos André Louro, Catarina Santana, Eduardo Jordão e João Paes interpretaram poesia erótica e satírica portuguesa de autores como Adília Lopes, António Botto e Fernando Pessoa, entre outros.
A artista plástica Manuela Pimental assinará a imagem da sessão.
Assinale-se ainda a participação especial do ensemble de saxofones “Henk van Twillert & Vento do Norte”.
Foi desta forma que as “Quintas de Leitura” se despediram para férias, regressando em setembro, com duas sessões acontecerem na Feira do Livro do Porto.